EASY IMPORT CONTROL (SIGAEIC - EIC)

 

         O sistema Easy Import Control destaca-se pela sua abrangência, composto de funções operacionais, documentacionais, gerenciais e financeiras contemplando as diversas atividades de importação.

 

  • Possibilidade de integração com softwares de informações aduaneiras (NCM), como por exemplo: TECWIN, Infoconsult, Mastersaf etc.
  • Registro e Controle da solicitação de importação por centro de custo solicitante.
  • Quadro de concorrência - Cotação de Preços e avaliação das ofertas.
  • Emissão do pedido internacional de compras (Purchase Order), em idioma estrangeiro.
  • Preparação de Licenças de Importação integradas ao Siscomex Importação.
  • Controle e acompanhamento de embarques, com informações sobre via de transporte, origem e destino, etc.
  • Controle completo do processo de desembaraço, com informações operacionais (datas,número da Declaração de Importação, despachante, agente, etc.) e registro de gastos do processo.
  • Controle e Recebimento de mercadorias com rateios para emissão de nota fiscal de entrada e complementar.
  • Integração com Despachante - dados de D.I., Desembaraço e Prestação de Contas.
  • D.I. e D.S.I. eletrônicas integradas ao Siscomex Importação.
  • Controle de Entreposto Aduaneiro
  • Controle de Demurrage.

 

          O Gerenciamento destas atividades é efetuado através do acompanhamento automático dos “status” dos processos e respectivos itens, bem como do controle das atividades e respectivos “lead times”, previstos e realizados.

 

  • Avaliação de agentes, despachantes, transportadoras e fornecedores.
  • Estatísticas sobre tempos médios realizados por atividade
  • Tabelas ABC em quantidade e valor em dólar de: centros de custo, fornecedores, despachantes, compradores, agentes, item e cliente, com percentuais participativos.
  • Histórico mensal do volume de importação por: fornecedor, item, agente, despachante, centros de custo, compradores e cliente, com percentuais evolutivos.
  • Relatórios operacionais e gerenciais.
  • Pré-cálculo e custo realizado por P.O. e por item.
  • Cronograma de desembolso, Previsão de gastos de todas as despesas pertinentes ao processo de importação e controle de gastos realizados.
  • Controles por Invoice, valores, datas de vencimento, datas de pagamento, bancos pagadores, etc.
  • Registro dos contratos de câmbio.
  • Estatísticas de câmbio.

 

Integrações padrão com Protheus / TOTVS ®

 

COMPRAS (SIGACOM)
 

  • Solicitação e compras, após gerada pelo estoque / Mrp/PCP ou outra rotina, pode gerar automaticamente a solicitação de importação (SI) para o  EIC, dando inicio ao processo de importação.
  • Pedido de compras, gerado automaticamente no momento da inclusão do purchase order, para dar visibilidade aos demais módulos dos pedidos em andamento/pendentes.
  • Nota de entrada, o EIC gera a pré nota de entrada para que seja classificada e transmitida ao SEFAZ, considerando todos os impostos e particularidades (rateios, taxas, distribuição) da importação.
  • Nota complementar de despesas, o EIC pode gerar uma nota complementar de despesas para agregar custos da importação ao produto no estoque.
  • Nota de despesas/serviços, o EIC também disponibiliza as notas de despesas (serviços) nacionais (transporte, despachante, ...) para que sejam corretamente escrituradas nos livros fiscais e retidos os devidos impostos.
  • Controle de alçadas, conforme definições do módulo de compras.
  • As contabilizações são efetuadas à partir das integrações com o compras utilizando os LP (Lançamentos Padrão) do sistema

 

FINANCEIRO (SIGAFIN)
 

  • Pré calculo das despesas nacionais/internacionais e do valor FOB devido ao Fornecedor internacional no momento da inclusão do purchase order, para fins de fluxo de caixa.
  • Pagamentos antecipados ao fornecedor internacional. (Câmbio Antecipado)
  • Pagamento antecipado do numerário ao despachante.
  • Pré calculo das despesas nacionais/internacionais e do valor FOB devido ao Fornecedor internacional no momento da inclusão do embarque, para fins de fluxo de caixa.
  • Geração da INVOICE no financeiro na moeda da compra para que seja possível a geração e controle da variação cambial.
  • Atualização da taxa cambial ao final de cada mês, geração da variação cambial no fechamento mensal.
  • Liquidação da INVOICE na rotina de câmbio e geração da variação cambial.
  • Geração dos titulos referentes às despesas nacionais e internacionais no financeiro, que caso tenham sido adiantadas ao despachante possam ser compensadas com o pagamento antecipado do numerário ou baixadas normalmente.
  • As contabilizações são efetuadas à partir das integrações com o financeiro utilizando os LP (Lançamentos Padrão) do sistema.